Candle In The Wind

“Goodbye, ‘Fabiana Murer’. Though I never knew you at all, you had the grace to hold yourself while those around you crawled”. Sir Elton John não escreveu Candle In The Wind para a atleta brasileira, mas, neste sábado, Fabiana teve um roteiro digno de uma pobre vela que se apagou. Ela culpou o vento pelo seu desempenho bem abaixo do esperado em Londres e foi eliminada antes de chegar à final do salto com vara.

Infelizmente alguns esportes só são lembrados pelo público e patrocinadores durante os Jogos. Isso quer dizer que pouca gente vai lembrar dos feitos de atletas como Daiane dos Santos, Diego Hypólito e de Fabiana Murer em campeonatos mundiais das suas modalidades. São os tombos e fracassos olímpicos que sempre acompanharão esses esportistas.

No caso de Fabiana, a lembrança, creio eu, será ainda mais emblemática. Após o bizarro desaparecimento das varas quando não era favorita em Pequim, ela retornou para as Olimpíadas de 2012 em outro patamar e com a garantia de que não haveria problema com os materiais dessa vez. A nova culpada foi a natureza.

Não sou conhecedor do salto com vara. Porém, com o depoimento da brasileira, a primeira questão que me veio à cabeça foi “oras, só ventou para Fabiana?”. Poderia ser pura ignorância minha, mas especialistas do esporte que comentam os Jogos para canais especializados de TV questionaram a mesma coisa.

O fato é que parece que os atletas brasileiros ainda sofrem muito com pressão e problemas psicológicos em Jogos Olímpicos. Todos somos culpados, mas só o glorioso Comitê Olímpico Brasileiro pode mudar isso. Este sim um trabalho que, se bem feito, pode dar resultado em quatro anos.

Sem dificuldade, os ventos londrinos apagaram a chama da esperança de mais uma medalha para o Brasil nos Jogos.

Imagem do dia:

Paul McCartney compareceu ao Velódromo para ver o “Team GB” feminino ganhar mais um ouro. Na presença do ex-Beatle, o público presente cantou um trecho de Hey Jude. Paul gostou da brincadeira e com uma pequena bandeira britânica atacou de regente das centenas de vozes no local

E neste domingo….

Fique de olho:

Nome: Usain St. Leo Bolt
Idade: 25 anos
País: Jamaica
Esporte: Atletismo
Por que ficar de olho? O homem mais rápido do mundo tenta o bicampeonato olímpico nos 100m rasos às 17h50.

Imperdível:

10h: Andy Murray x Roger Federer – final do tênis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s