Alive & Kicking

“What you gonna do when things go wrong?”, “Who is gonna come and turn the tide? What’s it gonna take to make a dream survive?”. Só o time de Bernardinho parece ter a resposta para todas essas perguntas no esporte brasileiro. Após passar por momentos difíceis em campeonatos anteriores, pela crise com o levantador Ricardinho e dificuldades no início dos Jogos, o Brasil prova porque ainda é a grande seleção mundial no vôlei masculino.

A envelhecida equipe italiana chegou à semifinal com as credenciais de quem havia eliminado os favoritos norte-americanos por três sets a zero. Contra o Brasil, os velhinhos pareciam juvenis admirados com um vôlei absolutamente superior. Sem chance para respirar e após um segundo set brasileiro quase perfeito, a Itália deve ter sentido saudade dos tempos em que era a nossa grande rival no esporte.

O massacre de Wallace, Sidão, Lucão e Dante colocou o Brasil mais uma vez em uma final olímpica e deu cara de ouro para aquela que é certamente uma das equipes mais vitoriosas do mundo na história dos esportes coletivos. Que os homens de Bernardinho consigam superar a Rússia para se igualarem ao norte-americano Michael Phelps, ao jamaicano Usain Bolt e, provavelmente, ao time de basquete norte-americano no grupo de atletas e equipes que provaram, com sobras, porque são insuperáveis nos Jogos de Londres 2012.

Não importa a fase, as lesões ou o momento dos adversários. Sempre será o incrível vôlei masculino do Brasil. Alive and kicking.

Mais Brasil

No boxe, Esquiva Falcão ainda luta pelo ouro, enquanto seu irmão, Yamaguchi, perdeu nas semifinais e ficou com o bronze. O esporte que até hoje só havia conquistado uma medalha em Olímpiadas, voltará de Londres com três, incluindo a primeira do boxe feminino.

Imagem do dia:

Com o tempo de 40.82, as norte-americanas bateram os recordes mundial e olímpico do revezamento 4x100m que duravam 26 e 32 anos respectivamente

E neste sábado….

Fique de olho:

AP
Nome: Esquiva Falcão Florentino
Idade: 22 anos
País: Brasil
Esporte: Boxe
Por que ficar de olho? O Brasil chega a sua primeira final olímpica no boxe com Esquiva Falcão. O brasileiro enfrenta o japonês Ryota Murata pelo ouro.

Imperdível:

11h: Brasil x México – Final futebol masculino
14h30: Brasil x Estados unidos – final vôlei de quadra feminino

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s